Punk’s=Igreja?

  

   Eu já fui punk, apesar de bem pouco tempo.Sei muito bem que tipo de filosofia há por detrás das atitudes, roupas rasgadas e atitudes de contra-cultura.E algo de interessante a se aprender com essa controvertida “cultura” de revolucionários (ou revoltados!):Eles se opôem ao que chamamos “cultura de massa”, o que os norte americanos chamam de “mainstream”.Ora, acho que temos um pouco disto, não é verdade?

   Cristãos do mundo todo preferem se vestir (pelo menos a grande maioria) de maneira diferente.Não queremos mas expor os nossos corpos, como se precisassemos disto para arranjarmos um conjuge.Preferimos, mais uma vez a grande maioria, escolhê-los pelo caráter e pelo propósito.É fato que muitas pessoas que levam um estilo de vida de “fícas” noite afrora, quando pretendem ter um relacionamento mais sério, vão procurar nas igrejas cristãs da vida, mulheres “responsáveis e direitas”.Um pararlelo:Thomas Edson, inventor da lâmpada, da gravação musical em discos e influênte no governo estadunisense no século passado, foi considerado um revoltado contra os costumes e estudos da época.Certa vez, ele declarou que se seguisse o mesmo caminho que todos, acabaria da mesma forma que todo mundo.A saída era encontrar um caminho que ninguém ainda havia desbravado.Sorte a dele…

   Cristãos do mundo todo são contra o sistema de coisas, mas não nescessariamente contra o sistema econômico, social, etc.Punk’s sim são contra estas coisas.Cristãos se opôem na forma de se viver e se posicionar no mundo;Eles não querem se moldar ao presente século, aonde a maneira de se relacionar com os pais são marcados por conflitos e falta de confiança (quantas vezes você se aconselhou com o seu pastor ou amigo e deixou os seus pais ou tutores de fora de situações tão importantes para a sua vida?), na forma de se relacionar românticamente, aonde fico com quem me interessar (isso inclue pessoas que gostam de se relacionar com pessoas do mesmo sexo só pra curtir o momento – um carpe diem moderno), sou fiél a minha namorada quando quero ou até aonde der; bebo porque gosto e acabou e por aí vai….cristãos se opôem a libertinagem e abração a liberdade, uma vez que nascemos e crescemos, em sua maioria das vezes, tão influenciados por estilos de vida completamente associados a morte e vício…somos contra o sistema-pecado.James Hatfield, vocalista da banda de thrash metal “Metallica”, cresceu em uma família cristã protestante nos Estados Unidos.Ele se desviou do Caminho e fez a banda de maior sucesso (no estilo) do mundo, além de criador do estílo.James foi “punk” da maneira errada.Certa vez ele declarou que os seus pais o colocaram no mundo somente prara ele ir para o inferno.Escolhas, escolhas…

   Cristãos amam ajudar o próximo.Olhe madre Teresa de Calcutá.Ainda preciso escrever?Bem, a foto acima é da banda cristã-protestante Audio Adrenaline, de rock.Eles fazem um trabalho na américa central, com grande parte do dinheiro dos concertos, em construir orfanáots e sustentá-los, além de trabalhos voltados ao suporte em caso de enchentes, que são comuns naquela região.A banda tem uma canção controvertida chamada “Church Punks”, aonde ele chama jovens a se posicionar, a levantar as mãos e se tornar alguém que realmente faça a diferença no planeta…não com ONG’s ou coisas como “salve os animais”.Isto também é importante, desde que você compreenda que precisa, antes de mais nada, de uma posiçaõ punk em sua vida…saia daí e vem experimentar…afinal, como uma pipa pode voar se não for contra o vento?!

Venha crer comigo!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: