Eu, Psicopata.

 

Gravidade e Pecado: semelhantes.

Gravidade e Pecado: semelhantes.

É, tem dias que não estamos pra brincadeira. Nós simplesmente nos movemos em direção ao lixo que era a nossa antiga vida de uma maneira quase que inevitável (2 Pe 2:22). Oramos ao Senhor, buscamos dia a dia a sua Face, mas algo nos puxa para baixo, tão forte quanto a gravidade,  engolindo todo o nosso esforço em nos santificarmos ao um Deus que é Santo…

O fato é que (sejamos francos), não conseguimos nos manter separados e santificados e puros e imaculados por muito tempo. A carne sempre mostra um jeito de acabar com  nosso senso de pureza. Não estou dizendo que não podemos viver sem pecado, mas desafio você a nunca mais ter um pensamento impuro pelo resto de sua vida. Levando a este nível, a santidade que Deus merece de nossos corações parece tão distante…

E quem, de fato, nunca teve aquele dia de “psicopata”? É aqueles dias que acordamos inclinados a esquecer tudo aquilo que experimentamos de Deus e voltarmos ao vômito. Por um dia nós queremos entregar o controle do nosso corpo ao seus próprios desejos. É o dia que, pensamos finalmente ter entendido que toda a pressão que sofremos durante dias, meses, anos, de repente faz sentido, e o mundo e toda a sorte de desejos e depravações, antes tão escondidas e camufladas em nossos corações, faz algum sentido. Aquela mulher ou homem casado que você deseja, você percebe amor e vê um futuro naquilo. Começamos a sonhar com a morte. Finalmente, eu vou ceder a pressão que tenho recebido durante todo este tempo, basta uma oportunidade vamos pecar…

São dias como esses, penso eu, que acabam dando sentido a nossa caminhada ao lado de Jesus Cristo, o Santo. Começamos a entender que caminhamos não em uma tendência de moda, mas decidimos por uma carreira sem aposentadoria, que durará toda uma vida. Muitos, talvez, possam não concordar, mas enquanto estivermos nesta carne, estaremos sujeitos as paixões do mundo.

“Trazemos sempre em nosso corpo o morrer de Jesus, para que a vida de Jesus também seja revelada em nosso corpo. Pois nós, que estamos vivos, somos sempre entregues à morte por amor a Jesus, para que a sua vida também se manifeste em nosso corpo mortal.” 2 Co 4:10-11

 

Cara, volte e leia mais uma vez estes versículos! Vale a pena!

Cara, volte e leia mais uma vez estes versículos! Vale a pena!

Jesus não tem mais condenação para nenhum de nós se estivermos aliançados e comprometidos em mantermos a aliança com Ele. A bíblia nos revela também que, uma vez mortos, a morte não tem mais domínio sobre nós. Uma vez que Jesus morreu na cruz pelos nossos pecados, mas ressuscitou ao terceiro dia, Ele derrotou a morte. No batismo nas águas, nós morremos para o mundo. Convicto que satanás não tem domínio sobre nossas vidas, creia que este dia é só um dia, e que tudo vai passar, e que somos amados por Deus, que é Santo, mas é Amor. Ah, o amor… como definir o amor de Deus que é tão largo, profundo, grande(?!)… sinta o amor de Deus pela palavra da verdade, busque-o com orações e súplicas e aplique o verdadeiro Jejum de Isaías , sem negligenciar o dado por Jesus (Mc 9:29 ; Mt 17:21 ; 1 Co 7:5 ; 2 Co 11:27). Vamos adorá-lo com o nosso coração e realmente nos dedicarmos a cuidar uns dos outros e dos que ainda irão se encontrar com Mestre…

 

Psicopata Day?! Jesus nele!!!

Venha crer comigo!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: