Reflecções do Advento, pt 2: Esperando por Mais que o Céu

Glenn Packiam

Glenn Packiam

“O cristiano não é apenas sobre os pecados de alguém ser perdoado, para que possamos ir pro Céu. Este e um importante meio de salvação de Deus, mas não o objetivo final ou a finalidade do mesmo. O objetivo da vinda de Jesus é para endireitar o munto inteiro, para renovar e restaurar a criação, para não sair dela.

-Tim Keller, em ‘A Razão para Deus’.

Na semana passada, ganhamos uma nova razão para se esperar pela volta de Cristo. Um querido amigo morreu de repente, e nossos amigos são deixados sem um marido e um pai. Como semana passada foi a primeira semana do Advento, todos profundamente contristados aguardam a volta de Cristo e a restauração que Ele fará. À medida em que avançamos para esta segunda semana do Advento, o meu coração ainda pesa por esta perda, voltei a pensar sobre esta esperança. Qual a figura cristã da esperança? Quando uma pessoa que amamos morre, imediatamente falamos do Céu. Certamente, aqueles que estão em Cristo, vão para o Céu quando morrerem. Mas é só isso?

É possível que “Novos Céus e Nova Terra” sejam a renovação destes céus e terra? Isto seria mais próximo da idéia judaica de “novos”, como na “nova aliança” que realmente significa “renvação da aliança”. E se o Deus que é  mesmo ontem, hoje e sempre, na verdade é fiél à sua aliança com a criação (Gênesis 9) e para o Seu povo (Gênesis 12)? A fidelidade de Deus não significa descartar o original e criar novamente ex nihilo, mas Renová-lo, Redimí-lo, Resgatando-o.

Talvez, como São Paulo argumenta, a morte e ressurreição de Jesus não são apenas uma ilustração do que vai acontecer, mas são as primícias disto (I Coríntios 15). O corpo físico de Jesus não permaneceu na sepultura, enquanto Deus lhe deu um corpo glorificado pela ressurreição. Foi o mesmo corpo que passou pela morte que foi tranformado (ou o transformou). Este céu e esta terra irão “passar” como o Corpo de Jesus morreu. Mas eles virão através da morte a ser renovados, assim como o  corpo de Jesus foi. E se, como N. T. Wright sugere, Deus realmente vai “Fazer para o cosmos o que Ele fez com Jesus na Páscoa”, que Ele vai trazer “a restauração de todas as coisas” (Atos 3:19-21)? Este novo céus e nova terra serão unidos como um só, tanto quanto as coisas estavam no início (Efésios 1:10, Apocalípse 21).

Desperation Band Glenn Packiam, Jon Egan, Jared Anderson

Desperation Band: Glenn Packiam, Jon Egan, Jared Anderson

Video de N. T. Wright, sobre o tema. Sem legendas.

“O Céu é importante, mas não é o fim do mundo”

N. T. Wright em ‘Surpreendido pela Esperança’.

– por Glenn Packian, traduzido com autorização por Wellington Santos.

Blog com o escrito original.

Site de Glenn Packian.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Reflecções do Advento, pt 2: Esperando por Mais que o Céu

  1. Pingback: Os números de 2010 « Seu Chamado Weblog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: