1 Ano de Ministério no Arthur Azevedo!

Leia tudo. O melhor esta no fim!

Quando fizemos 3 meses de lançamento do nosso primeiro CD (Eu Sou Livre), percebi que os nossos CD”s estavam quase no fim. Estávamos sem camisas promocionais, e pedi mais. Após 8 meses, eles praticamente esgotaram… fiquei muito feliz com o retorno das pessoas, mas preocupado… afinal, estamos em tantas igrejas e eventos, com custos altos e sem patrocínios ou apoio financeiro. Fiz alguns investimentos (poucos) que não deram tão certo (muitos compromissos não honrados de algumas pessoas) e mesmo assim continuamos pra frente. Acabaram os CD’s. Conseguimos cerca de 30.000 visualizações em nosso site, 2.000 camisas e 1.100 curtidas no Facebook. E ainda ninguém conhece a nossa mensagem…

Uma coisa diferente, então aconteceu. Fui convidado pra fazer um evento diferente que não deu certo. Fiquei com algumas ideias… mas fiquei quieto. Então, minha mãe me perguntou: “você não vai fazer nada pro aniversário do ministério?!”. “Claro que não, estamos quebrados, sem recursos. Todo nosso dinheiro foi para honrar os ministros de louvor que nos acompanham, pagar o que não nos pagaram e financiar as viagem, com gasolina e despesas…”. Bem, ela não se deu por vencida. “Faça algo bonito! Na lagoa da Jansen ou em algum teatro chique… no Arthur Azevedo!”. Eu ri. E pensei. E aquilo soou bem aos meus ouvidos… afinal, quem faz isto mesmo? Amo ser pioneiro…

Apoiadores

Nestes dias ao conversar com a responsável técnica do teatro, começou a cair a ficha. “Deixe-me ver se entendi: vocês não tem dinheiro, patrocínio ou apoio. O que você esta fazendo aqui?”. A responsável pelo contrato foi mais legal comigo. Ela riu: “R$10,00 reais? Sem patrocínio? Nem dinheiro??? Hahahahahaha”. Então a gente escuta de alguns irmãos, algo do tipo que quero só fama, dinheiro, que não sou crente, que sou feliz demais, que isso é errado. Muito apoio…

Então você se pergunta: por que escrever ou ler isto? Bem, sou convertido a Jesus a pelo menos 12 anos, e sempre fui muito rejeitado por ser de outra região e pensar diferente das pessoas daqui (Maranhão). Talvez, 99,9% das pessoas ao meu redor nem acreditavam que iria conseguir gravar o CD, quanto mais vendê-lo (quanto mais vender “tudo isso”). Isto que é legal do evangelho de Jesus. Ele chama os que não são (nada). E realmente, estou muito apreensivo mesmo com este evento. Neste teatro, é proibido qualquer coisa que denote culto, mas eu realmente tenho o desejo de consagrar aquele lugar pela oração dos santos. Evangelizar (como temos feito com as camisas, afinal, quem nunca perguntou: “livre de quê?” e você não respondeu: “do pecado!”). Este teatro é um antro de pornografia, imoralidade, prostituição, satanismo, ocultismo, espiritismo, paganismo e toda a sorte de “culto” (de cultura) da região. Um ambiente pesado, da qual chamei 3 amigos de verdade para ministrar ao Senhor comigo (Mario Marcus, Keyla Nunes e Guilherme Aires). Pessoas que talvez você não conheça – mas os céus os conhecem.

 Abrindo Caminhos

Uma coisa bem legal que foi gerado é que me propus, mesmo que sem querer, a ser um “pioneiro”, quebrando paradigmas e abrindo caminho para um dos ministros de louvor que mais admiro, o Jason Upton, a estar uma semana após o nosso evento no mesmo teatro. Claro, não sou eu quem o esta trazendo, mas consegui provar que é possível. Precisamos de suporte, pois queremos fechar este ciclo ministerial, e desejamos ir muitos outros lugares, mas… precisamos de CD’s! Para isto, no teatro, lançaremos o projeto “Multiplicadores – Eu Sou Livre – Para o Brasil”, aonde venderemos um pré-CD, que virá com um papel de presente e um cartão evangelistico. No momento da compra, a pessoa receberá, no ato, uma camisa de torcedor (e intercessor!) escrita “Eu Sou Brasil” para a Copa das Confederações aqui no Brasil. Queremos desafiar você que tem acreditado conosco, que já adquiriu o CD ou quer ter o seu: Compre e abençoe alguém próximo (até mesmo pastores e líderes de igrejas, pois queremos compartilhar o que temos recebido de Deus para todos). Seja um Multiplicador! Trabalho com idosos, temos o nosso projeto com crianças a 5 anos… desejamos ir mais longe. Eu sou livre!

Venha crer comigo!

na Igreja Batista do Senhor Jesus Cristo (São Luis)

na Igreja Batista do Senhor Jesus Cristo (São Luis)

Na Igreja Assembléia de Deus na Raposa.

Na Igreja Assembléia de Deus na Raposa.

Angela, João Eduardo e Eduardo Ramos com as camisas especiais de fim de ano.

Angela, João Eduardo e Eduardo Ramos com as camisas especiais de fim de ano.

em Apicum-Açu - Maranhão.

em Apicum-Açu – Maranhão.

em Apicum-Açu - Maranhão.

em Apicum-Açu – Maranhão.

Manifestação em São Luis- Maranhão.

Manifestação em São Luis- Maranhão.

Ecangelísmo no Reviver - São Luis - Maranhão.

Evangelísmo no Reviver – São Luis – Maranhão.

No "Aba Pai", Breno Ferreira com sua camisa! - em Imperatriz - Maranhão.

No “Aba Pai”, Breno Ferreira com sua camisa! – em Imperatriz – Maranhão.

Evangelísmo de rua -  São Luis - Maranhão.

Evangelísmo de rua – São Luis – Maranhão.

no evangelísmo em Bacabeira.

no evangelísmo em Bacabeira.

no "Projeto Pé-Pé-Palma!" com crianças carentes em São Luis - Maranhão.

no “Projeto Pé-Pé-Palma!” com crianças carentes em São Luis – Maranhão.

Anúncios

Geração Aleijada

Greg Mortenson.

Greg Mortenson.

Já a alguns meses, tenho tido a oportunidade de dar uma mensagem nas igrejas, e recorrentemente discorro sobre isto. Nesta semana, fui tocado para escrever algo sobre a “Geração Y” e “Geração Mult-Tasking”.

Quando pela primeira vez surgiu esta idéia em minha mente, eu estava lendo um artigo sobre alguns idosos que faziam coisas excepcionais (dentro das artes e esportes). Postei no twitter que estávamos “amputando” toda uma geração de idosos por não conseguirmos exergaro mundo com compaixão, ao olharmos para ele com dinamismo que o excesso de informação tem nos causado.

A educação de meninas no Paquistão e desencorajada, quase proíbida. Greg Mortenson lutou por isto.

A educação de meninas no Paquistão e desencorajada, quase proíbida. Greg Mortenson lutou por isto.

Idosos, jovens, todos tem sido aleijadas por seus tutores. Não queremos que nossos filhos sofram o que sofremos, então providenciamos dinheiro para eles voltarem para casa de taxi após a aula de inglês. Talvez você ache um exagero! Como um jovem adolescente pode atravessar uma avenida para pegar um taxi? Melhor será parar tudo que estiver fazendo e ir às pressas buscá-lo…

Não seria a primeira vez que sofro com os protestos de pessoas que não concordam com este ponto de vista, mas veja: nenhuma geração demorou tanto para se tornar independente financeiramente como a nossa. Existe uma balela dentro do contexto em que vivo de que trabalhar faz mal (meio evangélico). As pessoas abandonam tudo para viverem para o chamado – que de fato só o vivem nos fins de semana. “Então, quem vai sustentar você?” alguém pergunta. “Deus!” é a triunfante resposta, quando de fato o que ela quer dizer é “meus pais” ou “meus sogros”! Certa vez, meu pai me incentivou a dar um passo de fé em minha vida profissional, ao dizer pra mim não temer me arriscar em outros mares, já que ele está lá para me ajudar. Foi bom ouvir isto! Minha nova decisão demandaria boa parte do meu dia, e eu precisava fazer uma escolha. A decisão da maioria se baseia em não gostar do que faz, se entediar com a rotina e até mesmo, querer ser rapidamente promovido (já que pensam ser mau remunerados – sem ao menos ter uma formação profissional adequada). Uma geração ampudata de suor e sacrificio.

Uma das várias escolas construídas pelo "Instituto Ásia Central" dirigida por Greg Mostenson. Não há uma bandeira ou ministério: apenas uma mensagem de edução equilibrada que pode banir o terrorísmo no mundo Islâmico.

Uma das várias escolas construídas pelo “Instituto Ásia Central” dirigida por Greg Mostenson. Não há uma bandeira ou ministério: apenas uma mensagem de edução equilibrada que pode banir o terrorísmo no mundo Islâmico.

Há anos tento terminar o livro “A Terceira Xícara de Chá”, sobre a história do indicado ao Prêmio Nobrel da Paz, Greg Mortenson. Ele tem dedicado a sua vida (durante vários meses do ano) na abertura de escolas, sustento de professores e suporte a regiões de refugiados de guerra no Paquistão e Afeganistão. Greg Era um enfermeiro e sem-teto. Construiu mais de 50 escolas, reformou centenas e mantem muitas outras. Greg não tem como trabalhar no comérco para sustentar sua família. Isto é um chamado de tempo integral. Isto é um chamado de tempo integral.

Venha Crer Comigo..?

P.s.: Greg Mortensos é filho de missionários cristãos que construiram, dentre muitas outras coisas, um hospital na Etiópia. Ele mesmo não é crente.

Ministros de Escanteio

A cada dia que passa, olho para as igrejas e vejo ministros feridos. Todos os dias. Uma epidemia de coisas parecem acontecer de forma orquestrada a diminuir ou humilhar estas pessoas. Há casos em que existe erro da pessoa, outras é apenas uma fase de tratamento de Deus mesmo, mas grande parte vem de uma igreja que mau trata os filhos de Deus.

Você já pensou que talçvez seu ministério ainda não "aconteceu pq o Espirito Santo tem ciúmes de você?

Você já pensou que talvez seu ministério ainda não "aconteceu" pq o Espírito Santo tem ciúmes de você?

Estar de escanteio vez por outra pode ser algo bom. Sou ministro de louvor, estou lançando meu primeiro CD e existe um medo recorrente em meu coração: perder meu relacionamento com Deus. Ministrar canções de louvor e adoração de forma automática, cheia de “manhas” e “artifícios” que me façam ser aprovado pelas pessoas. Começo a caminhar pela história de amigos ministros e percebemos que muitas vezes existe um coração realmente disposto a abençoar o Reino, mas então vem divórcio, queda em pecados mil ou algum mau-testemunho dado que acaba com a credibilidade do ministério. Alguns destes meus “colegas” maqueiam a verdade, utilizam-se de sua influencia e posição e diminuem a repercussão das acusações a eles com dinheiro e até mesmo por serem “pastores”. Existe muita mentira dentro da igreja com “i” minúsculo…

Existe também o caso que ministros de Deus não conseguem deslanchar de primeira (ou de segunda) e existe a sensação de que não são valorizados por esta igreja. Pode ser verdade. Mas pare e pense um pouco neste cenário que desenhei a você. Mentira, corrupção, orgulho, pecado e poder. E você não aparece como eles aparecem, nem parece ter o “poder” que eles têm. Penso que talvez seja cuidado de Deus. Ele já perdeu muitos filhos para o “ministério”. Pessoas se tornam tão atarefadas em seu chamado que Deus é esquecido.

Escritor do livro "A Cruz e o Punhal".

Escritor do livro "A Cruz e o Punhal".

David Wickerson em sua suposta última pregação, resumiu o desencorajamento pastoral pela falta de oração. Lonard Revenhill escreveu em “Por Que Tarda O Pleno Avivameto” que “pregadores não oram”. Seria este o seu problema? O meu é. Responsabilidade em manter e crescer em intimidade com Deus é um desafio no mundo em que oramos por salvação, arrependimento, benções e crescimento em diversas áreas de nossas vidas. O Espírito de Deus tem ciúmes de você e Ele não quer perder você como tem perdido muitos de seus filhos para seus ministérios e ego. Buscar a face do Criador apenas por buscá-lo. O alvo da minha e da sua vida é conhecê-lo…

Visitar um parente abatido pode fazer você refletir sobre muitas coisas. Ele é uma pessoa próxima que vai para o céu? Seu problema esta diretamente ligado a sua falta de fé, de comunhão com Deus? E de Deus que procede toda a alegria. Ao nosso redor, frieza, doenças, delitos, indiferença, falta de oração. Ao alto ergo meus olhos; de onde virá o meu socorro? O meu socorro vem do Senhor que fez os céus e a terra.

Olhe para si mesmo e tente orar. Veja se o que tem faltado não é a própria presença inconfundível de Deus. Se emocione, chore, sorria. Busque com afinco, persista até encontrá-lo. Suplique sinceramente. Se você esta satisfeito, ore por fome e sede Dele. Deus tem ciúme de você e não quer te perder. Talvez o preço que você pague seja apenas um razoável sucesso ministerial aos olhos dos homens, mas você viverá abundantemente na presença Dele. Alguns de nós não esta preparada para o crescimento, o que significa que sua aparente “estagnação” seja algo passageiro (se você se voltar a Deus). Independente da resposta, busque. Procure. Ele se fará presente.

Venha crer comigo!!!

O Que é Servir em Adoração?

A alguns dias conversava com um dos meus amigos ministros de louvor em minha igreja, e ele me deixou um pouco surpreso com sua visão sobre louvor e adoração: “as pessoas vem a igreja buscando uma experiência com Deus. Meu dever e suprir esta necessidade.”. Não vou dizer que achei certo ou errado, pq estudo tanto sobre esta matéria, que seria uma grande bobagem da minha parte taxar esta declaração. Mas achei esquisito…

Flua o Rio do Leão...

Flua o Rio do Leão...

Compartilhei isto com um outro colega ministro de louvor. Ele disse que não discordava deste ponto de vista, mas acreditava que se tratava de uma visão míope: “Quando ministro adoração, alguma coisa acontece. Eu busco compartilhar com as pessoas aquilo que tenho recebido do alto, e creio que Deus se move neste ambiente”.

Eu? Bem, comigo sempre foi assim…

  1. Normalmente, durante os dias que antecedem as ministrações, eu começo a visualizar como será o dia. Me imagino ministrando as canções, e muitas vezes, começo a fluir em canções espontâneas e novas canções. Em “A Quarta Dimensão”, do partor Chu parece corroborar para este ponto de vista, que naturalmente faço a anos.
  2. No ensaio, costumo compartilhar com a equipe o que esta em meu coração, e cada um compartilha suas próprias experiências com Deus. Construímos, então, de forma colaborativa, um set list e ensaiamos este set list, incluindo ou não canções novas. Há dias em que a música nova da muito trabalho, então ficamos apenas nela, adicionada ao set list.
  3. Oramos durante a semana, no ensaio e antes da ministração, para que Deus flua com liberdade nas canções. Uma ou outra vez, Deus nos surpreende com novas canções e/ou um fluir  diferente.
  4. Importante salientar que visualizo a ministração durante a semana, e oro para que esta visão se torne real durante o culto.
  5. Sou transparente. Se não estou bem, a ministração talvez não seja tão legal. Não uso de manipulações.

Quando ministro adoração, minha expectativa é que as pessoas tomem posse de cada Palavra cantada e que cada uma busque um entendimento mais profundo das canções que ministro. Meu desejo é que o que começou em meu lugar secreto de oração, possa fluir de forma que as pessoas adorarem a quem Ele é; que louvem a Deus por Seus grandes feitos. Que a revelação que tive da parte do Espírito Santo venha a se tornar algo comunitário. E que Deus venha…

E qual a sua visão quanto a servir? Jeremiah Bowser se vê como um facilitador, até pq a ponte entre Deus e o homem é Jesus. Gosto muito dos estudos do Glenn Packian, completos  elucidativos. O que você acha?

Steve Jobs e Neemias – Alguns princípios

O Que Aprendi Sobre Deus em “Tron – O Legado”

Deus dos Vales, Deus do Outono

Odiados

Odiados.

Meu post no projeto de leitura da Bíblia em Um ano, no blog da Paola Bradfield . Projeto “Bíblia Em 4 Estações”!

Vixi, Lá vem o Chaves de Novo!

Vixi, Lá vem o Chaves de Novo!.

Projeto da bíblia em 4 estações! Clique e confira!

Vixi, Lá vem o Chaves de Novo!

Vixi, Lá vem o Chaves de Novo!.

Projeto da bíblia em 4 estações! Clique e confira!

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.