O Problema Sobre o Perdão

Nestes dias, tenho enfrentado um gigante em minha vida. Quando enfrentamos gigantes, nos sentimos naturalmente despreparados, e de alguma forma, precisamos de suporte, de incentivo. A graça de Deus me faz ter a plena convicção que, por mais que eu erre, Ele está pronto a me perdoar, pois a graça de Deus passa por cima do nosso entendimento de justificação: se faço as coisas certas, sou recompensado; se erro, punido. A graça de Deus muda as ordens do tabuleiro. Eis o problema.

A alguns meses, quando iniciei minha participação o blog http://www.infourseasons.wodrpress.com , a graça começou a me chamar a atenção. conjuntamente com a leitura do livro de Philip Yancey – “Aonde Está Deus?”, me sentia cada vez mais atraído pelo assunto, e me aproximei mais de Deus, sem medo, sabendo que Ele me ama incondicionalmente.

A Graça Para Paulo, o Apóstolo

Mas a graça para Paulo soa diferente. Em suas cartas, ele constantemente nos lembra: “Contudo, pecaremos deliberadamente? De forma alguma!”, e isto parece um contra-senso, já que graça é o favor de Deus quando não a merecemos. Então, Graig Gross, fundador da xxxchurch (Sexxx Church, no Brasil), começou a me encarar, e me mostrar mais uma nova visão da graça: uma visão de Paulo, o apóstolo.

Comumente, as pessoas desistem de caminhar com Deus pq não conseguem ter forças para vencer o pecado (e de fato, ninguém tem, apenas Deus!). Quando lemos sobre a graça e descobrimos que, “mesmo que os nossos corações nos acuse, Deus é maior que os nosso corações”, é mais fácil se entregar a uma vida de aparências. Aprendi certa vez com um líder, que temos que atentar mais a pequenas pedras e depressões que nos fazem tropeçar, do que a enorme montanha que esta adiante de nós, pois, um caminho reto, nos conduz não a destruirmos o monte, mas escalá-lo, e colocá-lo debaixo de nossos pés. Ou simplesmente movê-lo ao mar. Tudo que precisamos é de fé e determinação… será?

A visão bíblica do velho testamento às vezes nos deixa confusos, pois Jesus, no Novo Testamento, se mostra tão amoroso, e pronto a perdoar prostitutas e beberrões, em contraposição ao Deus que, anteriormente, punido com morte aquele que pecasse. O fato é que sabemos que Deus nunca muda, e não existe sombra de variação Nele. O que mudou foi o nosso entendimento de Deus, e vou provar a você…

Jesus Odeia os Religiosos

Parte este equivoco de que Jesus é “paz e amor” vem de que não atentamos ao que a escritura nos demonstra: Deus odeia o pecado. Ele nunca mudou nem jamais mudará quanto a forma em que ele o enxerga. Jesus pagou com Sua própria vida pelos meus e seus pecados. De uma vez por todas. Mas o pecado desagrada tanto a Deus, que se não houver arrependimento, a morte nos reserva a Segunda Morte. Jesus nunca abrandou o pecado. Quando o jovem rico se aproximou, Jesus o amou, mas aquele homem fez uma escolha que determinou sua eternidade. “Não se pode servir a dois senhores. Ou se serve a Deus ou ao dinheiro”.

O nome de Jesus significa “Aquele que salva”. O anjo disse a José que Ele salvaria o seu povo dos seus pecados. Jesus salva dos pecados, não apenas perdoa. Queremos ser perdoados, não limpos. Semelhante a um homem que implora ao juiz que não o condene por sua conduta criminosa, mas não pensa em deixá-la, este somos muitos de nós. E eu estou sendo salvo dos meus pecados. Já chega de ser superficial em Sua graça. A graça nos da a certeza de que Ele esta pronto a nos perdoar, e ela é a força que nos impulsiona  a continuar tentando e buscando, e caminhando destemidos. A graça não é um sabonete. Na verdade, é. Mas jamais deve ser vista desta forma. Jesus morreu apenas uma vez. E Ele diz: “vá e não peques mais”. Como poderei fazer isto, Senhor? “Não temas. Crê somente”.

E então?

Venha crer comigo!

obs.: Deus me deu uma canção ontem ao ter maior entendimento sobre o tema. Em breve, estas canções estarão disponíveis no mercado. Um grande abraço!

A Igreja Multi – Cultural – Parte 1

Já a algum tempo, tenho evitado exortar, e este é o caminho que vou me esforçar a trilhar. Mas algo te me incomodado muito nestes dias: A graça de Deus.

Participo de um projeto de leitura anual da bíblia e a cada leitura, percebo que aprendi diferente do que o que está escrito nas Escrituras.

Amar sem condições
Estava conversando com uma colega neste domingo, na minha igreja. Ela me confessou que não “ia com a minha cara” e que preferia “parar de cantar a participar do meu grupo de música”. “Talvez você tenha mudado, Wellington, pois as pessoas te tratam diferente hoje”.

Quando me converti, eu era punk, e não havia sido discipulado. Foi nesta época que entrei no grupo. Bem, eu não sabia, mas ela me disse que as pessoas me evitavam e falavam muito mau de mim. É assim que tratamos um novo convertido? Talvez ele não siga as regras, seja diferente de vários aspectos, e nós “evitamos falar com eles”. Quanto amor dispensamos pelo nosso carro? Fica claro a inversão de valores. Então, a graça vem sobre a vida dos meus “algozes”, vem sobre a minha, ferido pela igreja. A graça é o favor que você e eu não merecemos, mas temos.

Escrevi certa vez que a graça também nos desconcerta. Já imaginou o assassino das 12 crianças no Rio de Janeiro, não morresse mas se convertesse? Você iria amá-lo? E seguindo as tendências do evangelho atual, ele poderia se arrepender no mesmo momento, procurar uma igreja e buscar em Deus tudo o que o inimigo “roubou” dele, se apoderar das bênçãos, buscar uma ungida, uma casa e um carro (e que sabe um ipod, não?). Você se opõe a minha forma de pensar, talvez por que eu esteja colocando tudo de uma forma muito simplista, mas no fim das contas a igreja quer ver justiça, e não misericórdia, culpados e não perdão, ódio e não amor. Estes somos eu e você.

Um Rápido Comentário

Na verdade, estava refletindo sobre isto a semana toda, sobre o legalismo. Se o “pode-nao-pode” eh tao ruim, pq Deus enfatizou isto naquela cultura? Acredito que Israel se preparava p ser uma nacao, o q exigiam leis. Hoje em dia, tudo eh permitido, pq “Deus nao ve como ve o homem, mas ve o coracao”. Entao, a santidade eh relativa? O que eh pecado p mim nao eh para outros? Sabemos que sim. Entao, afinal de contas, santidade eh ou nao eh o privar-se da amizade com o mundo e de uma vida no pecado?

A graca responde a questao. Mundo eh mundo, e pecado nao deixou de se-lo. A graca torna Deus universal, amando cada cultura diferente de Israel, amando cada pessoa e esta, respondendo a Deus de forma sincera. A graca nao eh para uma, mas para Deus salvar as nacoes.

escrito do celular.

Não entendeu? Isto foi um comentário deste post: http://wp.me/pVajQ-du

O Evangelho da Relatividade

Fato: o evangelho que aprendemos quando nos convertemos é diferente do que o que vivemos após alguns anos. Parte é culpa nossa, mas parte vem da maturidade e experiência adquirida. Entendemos muito rápido que algumas coisas são “religião, e portanto, descontextualizadas com a nova realidade do evangelho para os nossos dias”, subentendendo que o que aprendemos em nossos primeiros passos como cristãos não passa de um folclore criado para nos fazer temer o diabo e o inferno (lago de fogo e enxofre)…

Mas, sejamos realmente francos: quanto disso é pecado? Comecei a descobrir que muitos deturpam um pouquinho de nada as escrituras para respaldar seu estilo de vida. Nisto, eu não quero mesmo me aprofundar “do que se trata”. Creio que isto traz mais dissenção do que unidade. Pense: eu aprendi que é pecado mentir. Agora, preciso assegurar meu trabalho, e sei que “pequenas maldades”o asseguram, até por que isto seria esquisito, entende?! Vou tornar claro: quando alguém te pergunta como voce consegue ser fiél a sua(seu) esposa(marido), voce mente para assegurar seu testemunho? Hum?!

Daí entra o motivo deste texto, a tão falada relatividade, não a de Eistein. A nossa. Se voce acha que seu comportamento, sua santidade, seu testemunho, dependem da situação, voce esta errado (vontade de por o “F”…). Deus não muda, e nele não há sombra de variação (Tg 1:17). Cuidado com os cuidados do mundo (1 Jo 2:16). Seja perseverante. Vigie e ore. A assinatura principal de Satanás e tirar a seriedade das coisas e convencer a todos de que ele mesmo não existe, e isto é muito sério.

Ministros de louvor tem buscado inspiração para compor em outras fontes diferentes dos Espírito Santo. Para que uma musica dessas presta? Pastores utilizando diferentes ferramentas da psicologia para “tocar” as pessoas. Para que uma pregação desta presta? Não é o efeito em si, é o Espírito ministrador, servidor, inspirador. O resto é fogo estranho, acredite! Ninguém na bíblia precisou disto!

Quero terminar deixando claro que “certamente, bondade e misericórdia me seguirão” Sl 23. Cuidado. Uma vez sabendo da verdade, não há mais como se justificar, mas saiba que acidentes acontecem, ninguém é perfeito, mas o juízo de Deus virá sobre toda a terra, a Sua íra será derramada sobre os filhos da desobediência, então, seja um atalaia, e leve a Luz nas mais baixas profundezas! Sim, ainda existe esperança, uma firme esperança, Jesus Cristo, Rei dos Reis, Senhor dos Senhores! A Ele a honra, Glória. Louvor, Majestade e Domínio para todo o sempre, amém!!!

Venha crer comigo!!!

Blessed Assurance

John Bevere

Tudo começa com a unção

Muito tem se discutido, pregado, comentado e buscado a unção vinda de Deus. Mas, nós sabemos realmente o seu real significado? E pra quê que ela serve mesmo?

Resumo histórico

Primeiro, o que nós temos que entender é a verdade por tráz do óleo. Os reis e profetas de Israel, quando iriam assumir o seus respectivos cargos (ministérios), eram ungidos com oléo (um oléo feito de especiarias, especialmente feito e com os elementos santificados para este fim). Isto significava simplesmente que eles, a partir daquele momento, era um profeta ou rei. Davi, por exemplo, foi ungido 3 vezes antes de assumir o seu
cargo diante do povo, mas isto não significava que ele não era rei. Veja, apesar de Saul ainda estar comandando o reino (de maneira natural), Davi já era rei aos olhos de Deus (espiritual). Interessante, não??? Isto nos mostra que não importa aonde estejamos ou o que estamos fazendo, tudo começa quando somos oficialmente chamados por Deus através da unção.

E quantos de nós achamos que não a temos? Se pararmos para analisar, subestimamos demais aquilo que Deus diz que somos. Seria eu realmente chamado por Deus?

Princípios elementares

Um dos livros que marcaram a minha vida se chama “Vitória no Deserto”, do John Bevere. Ele fala que costumamos nos comparar as outras pessoas, e temos uma tendência a nos diminuir em relação a elas.” Tudo parece funcionar para ele”, pensamos. Mas a verdade é que todos somos chamados (e poucos os escolhidos…). É costume pararmos no tempo e olharmos pros outros.Mas nos esquecemos que somos únicos, e cada um cumpre de uma forma diferente aquilo que Deus nos comissionou…

Eu me sentia diminuido muitas vezes, não entendia que talvez Deus havia me feito meio “doidinho” mesmo, e que isto é para a Sua glória. Quantos não seriam alcançados se eu não fosse tão ousado para confrontar o seu estilo de vida?Quantos não seriam tocados se eu quisesse imitar os trejeitos de alguém, por eu achar que a maneira dele é a maneira correta de se fazer as coisas (e me esqueço de ser discipulo do Rei?)?

Alguns tópicos: 1)A unção também nos liberta. Ela quebra o julgo que entorta os nossos pés de uma caminhada saudável, conforme escrito em Isaías. Uma das origens da palavra “pecado” é pecos – pé torto, algo que nos tira do caminho (grego, no Novo Testamento). 2)Ela gera saúde e cura as nossas feridas (as nossas dores) .O óleo na bíblia também era aplicado nas feridas da carne, causado por quedas, tropeções e coisas do tipo – segundo a parábola do “Bom Samaritano”. 3)O óleo também exala um doce perfume…

A unção está sobre nossas vidas. Mas existe um segredo para sermos bem sucedidos em nosso chamado. É ser fiél no pouco, como Davi foi. É cavar mais fundo um relacionamento com Jesus, a ponto de se tornar um firme alicerce para construirmos as nossas obras no fundamento verdadeiro. O óleo esta sobre você a partir da sua conversão. Ora, se o íde é para todos, então o profeta Isaías estava certo em escrever em primeira pessoa: “O Espírito do Senhor me Ungiu(…)”!!!

Caminho do Plêno Arrependimento

Este não é o nome de alguma igreja. Isto é o que Deus falou comigo na semana passada…

"Perdoado"

"Perdoado"

Tudo começou quando ouvi a pregação da Nívea Soares em minha igreja em Novembro passado. Ela indagou de como é possível ministros do evangelho declarararem tantas vezes que quer conduzir as pessoas a lugares diferentes, sem mesmo ter ído. Isto me marcou profundamente… sério, mecheu comigo… conversei com os meus líderes e expôs a minha nescessidade de não somente subir o monte a caminho de intimidade c0m Deus, mas seguir um caminho realmente eficaz nisto, sem demagogias e hipocrisia.

Meu relacionamento com Deus mudou. Então, na semana pasada, eu não aguentei mais, e fiz a oração, clamando a Deus que me conduzisse a lugares diferentes. A casa caiu… Eu nunca fui tão tentado ao pecado como nesses dias. Quando foi na entrada do fim de semana, Ele falou ao meu coração, enquanto eu assistia ao novo dvd do Hillsong United (como saber se é realmente novo? rsrsrsrs). Eu comecei a orar, indagando a minha tristeza em sentir prazer no pecado e muitas vezes, me arrepender de não pecar… então Ele veio.

“Quero ensinar a você o caminho que você ainda não caminhou. Você precisa experimentar um real batismo de arrependimento. É ele que vai te curar.Você precisa começar a caminhada a partir deste ponto, e não de outro mais. Ele é a chave que abre as Minhas portas” – mais ou menos assim foi como Ele falou ao meu coração. Eu entendi. Eu nunca estive lá. Todas as vezes que eu chorava agoniado, cheio de remorso e muitas vezes realmente arrependido, eu ainda não havia sido batizado nas águas, não a física, mas o “lavar da palavra de Deus”, aonde eu entendo o Seu coração, e compreendo o quanto o pecado é destrutivo a mim, ao meu próximo e ao coração de Deus. Deus, eu preciso, preciso, preciso de Ti… Eu estou desesperado pra entender a grandiosidade disto tudo e sentir a ferida em Teu coração quando eu e o mundo pecamos, sentir a tristeza segundo Deus que produz um fruto real de arrependimento e vida. Vida! Na verdade eu sei. Mas agora, eu preciso sentir. Preciso, preciso, preciso de Ti…

Venha crer comigo…

Você precisa conhecer a Graça

  

  Você a conhece?Creio que talvez, não conheçamos a graça na forma como convêm…entenda:ela é sim um favor imerecido, mas é mais do que isto…é vida de Deus fluindo do seu maravilhoso rio de água de vida…

   Um autor cristão certa vez escreveu uma canção intitulada:”graça como um rio”.Logo após ele cantar este refrão, ele completa:”fluindo…fluindo (a graça)”.É uma das canções mais marcantes da minha vida, depois de “sonds of melodies” do Leeland, e tantas outras que marcam fundo em mim.Mas quando declaro que a sua graça flui, significa que eu posso sim atrasar o meu dízimo que ela estará lá…arráh!!!Peguei vocês!!!

   Deus é maior que os nossos pensamentos, disto não temos dúvidas, mas provar da presença e da bondade de Deus não é algo assim, digamos, tão “comum”.Falamos de temas como a graça de Deus, repetimos dia após dia que se trata de um favor que não merecemos, mais ainda sim, queremos merecê-lo.Queremos conquistá-la com boas obras (da qual, quem lê a bíblia já sabe, não salva ninguém, mas sim a fé Nele), queremos esperimentá-la debaixo de uma fórmula que nos abençoa, e esquecemos que Ele nos gerou, que Ele nos conhece como ninguém, e que a Sua presença alcança até o mais odiado pecador…

   Você já recebeu imagens em seu e-mail de pessoas assassinadas, videos de pessoas sendo esquartejadas?Eu vi apenas uma vez, e confesso que não consegui durmir…fiquei chocado com as imagens, mas mais ainda, o meu motivo maior de espanto é que Deus morreu por estas pessoas também, e a Sua graça pode alcançá-lo, pode abençoá-lo e fazê-lo prosperar…é tão, é tão…injusto?Talvez, mas eu sempre me lembro que a cruz era pra mim, e Jesus preferiu sofrer tamanha vergonha, para que todo aquele que nele crer, não pereça, mas tenha a vida eterna, e para todo aquele que Nele crê, tenha vida abundante, e reine com Ele, e seja o seu sacerdote real, seja um povo escolhido.A raça eleita da qual se refere a bíblia, são todos os seres-humanos.E os apóstolos viveram naquela região, então, nada de pensamentos racistas.A graça é mais do que você pensa, e cara, você precisa conhecê-la…

A GRAÇA PARA SER O QUE NÃO SE PODE SER

  Sim, e você já resistiu ao pecado até o sangue, até a morte?Poucos de nós, não é verdade?Eu realmente, choro e me sinto humilhado quando me deparo com o testemunho da igreja perseguida…pareço tão…diminuto!Mas a verdade esta na presença de Deus, e na Sua graça.

   Sabe, tive um aperto muito forte nestes dias, e chegou, numa séria inédita, jamais ocorrida antes em minha vida, de um momento realmente tenso, aonde o diabo havia forjado a armadilha perfeita.Era impossível escapar, eu praticamente já havia desistido, mas um livro sobre a graça me lembrou que ela existe, e lendo uma passagem que vou resumir, tudo pareceu claro…é claro!Graça sobre graça, e o transbordar Dela em minha vida!

   Certa vez, Watchmamm Nee teve um sonho, aonde ele estava em um pequeo barco, em uma corredeira sem perigo algum.Derrepente, as águas começaram a chaqualhar o barco, começou a chover, e no meio do caminho, uma rocha o aguadava.Juntando a situação em sua mente, era impossível ele escapar, mas Ele se lembrou que Deus é expert nestes assuntos.Ele orou:”Senhor, retire esta rocha!”, e Deus respondeu, em seu sonho:”O quê é mais fácil:Eu tirar a rocha, ou você orar para que aumente o volume do rio, para que você possa passar sobre ela?”.”Aumente o volume do rio, Senhor!”.Você já entendeu que a pedra são as situações, e que o rio, a graça, fluindo…fluindo.Isto me ajudou a estar mais um nível acima (me desculpem o trocadilho!), e…funciona!!!

   Você realmente conhece a graça?

*(mais sobre a graça, em breve, nos artigos no canto esquerdo do site)

Blog no WordPress.com.