Ministros de Escanteio

A cada dia que passa, olho para as igrejas e vejo ministros feridos. Todos os dias. Uma epidemia de coisas parecem acontecer de forma orquestrada a diminuir ou humilhar estas pessoas. Há casos em que existe erro da pessoa, outras é apenas uma fase de tratamento de Deus mesmo, mas grande parte vem de uma igreja que mau trata os filhos de Deus.

Você já pensou que talçvez seu ministério ainda não "aconteceu pq o Espirito Santo tem ciúmes de você?

Você já pensou que talvez seu ministério ainda não "aconteceu" pq o Espírito Santo tem ciúmes de você?

Estar de escanteio vez por outra pode ser algo bom. Sou ministro de louvor, estou lançando meu primeiro CD e existe um medo recorrente em meu coração: perder meu relacionamento com Deus. Ministrar canções de louvor e adoração de forma automática, cheia de “manhas” e “artifícios” que me façam ser aprovado pelas pessoas. Começo a caminhar pela história de amigos ministros e percebemos que muitas vezes existe um coração realmente disposto a abençoar o Reino, mas então vem divórcio, queda em pecados mil ou algum mau-testemunho dado que acaba com a credibilidade do ministério. Alguns destes meus “colegas” maqueiam a verdade, utilizam-se de sua influencia e posição e diminuem a repercussão das acusações a eles com dinheiro e até mesmo por serem “pastores”. Existe muita mentira dentro da igreja com “i” minúsculo…

Existe também o caso que ministros de Deus não conseguem deslanchar de primeira (ou de segunda) e existe a sensação de que não são valorizados por esta igreja. Pode ser verdade. Mas pare e pense um pouco neste cenário que desenhei a você. Mentira, corrupção, orgulho, pecado e poder. E você não aparece como eles aparecem, nem parece ter o “poder” que eles têm. Penso que talvez seja cuidado de Deus. Ele já perdeu muitos filhos para o “ministério”. Pessoas se tornam tão atarefadas em seu chamado que Deus é esquecido.

Escritor do livro "A Cruz e o Punhal".

Escritor do livro "A Cruz e o Punhal".

David Wickerson em sua suposta última pregação, resumiu o desencorajamento pastoral pela falta de oração. Lonard Revenhill escreveu em “Por Que Tarda O Pleno Avivameto” que “pregadores não oram”. Seria este o seu problema? O meu é. Responsabilidade em manter e crescer em intimidade com Deus é um desafio no mundo em que oramos por salvação, arrependimento, benções e crescimento em diversas áreas de nossas vidas. O Espírito de Deus tem ciúmes de você e Ele não quer perder você como tem perdido muitos de seus filhos para seus ministérios e ego. Buscar a face do Criador apenas por buscá-lo. O alvo da minha e da sua vida é conhecê-lo…

Visitar um parente abatido pode fazer você refletir sobre muitas coisas. Ele é uma pessoa próxima que vai para o céu? Seu problema esta diretamente ligado a sua falta de fé, de comunhão com Deus? E de Deus que procede toda a alegria. Ao nosso redor, frieza, doenças, delitos, indiferença, falta de oração. Ao alto ergo meus olhos; de onde virá o meu socorro? O meu socorro vem do Senhor que fez os céus e a terra.

Olhe para si mesmo e tente orar. Veja se o que tem faltado não é a própria presença inconfundível de Deus. Se emocione, chore, sorria. Busque com afinco, persista até encontrá-lo. Suplique sinceramente. Se você esta satisfeito, ore por fome e sede Dele. Deus tem ciúme de você e não quer te perder. Talvez o preço que você pague seja apenas um razoável sucesso ministerial aos olhos dos homens, mas você viverá abundantemente na presença Dele. Alguns de nós não esta preparada para o crescimento, o que significa que sua aparente “estagnação” seja algo passageiro (se você se voltar a Deus). Independente da resposta, busque. Procure. Ele se fará presente.

Venha crer comigo!!!

Anúncios

Blog no WordPress.com.